Pages Menu

Notícias recentes

Dez compradores árabes são esperados na Couromoda

Organização da feira de calçados e acessórios convidou compradores dos Emirados Árabes Unidos e Iêmen. Ao todo, mais de 2 mil compradores internacionais devem visitas a exposição na próxima semana.

Ao menos dez compradores dos Emirados Árabes Unidos e Iêmen circularão pelos corredores da Couromoda, importante feira de calçados e acessórios que abre as portas ao público na próxima segunda-feira (15), em São Paulo. Nesta edição, a 45º do evento, a direção convidou 115 compradores internacionais, incluindo os árabes, para incentivar a visitação de clientes de outros países.

Mas o número de árabes presentes na Couromoda certamente será maior, uma vez que muitos visitam a feira por conta própria, segundo o diretor-geral do evento, Jeferson Santos. “A expectativa é a mesma da edição passada: em quatro dias, esperamos receber cerca de 2 mil compradores internacionais de 60 países”, afirmou, em entrevista por e-mail à ANBA.

A eles foi dedicada uma área especial do Expo Center Norte, onde será realizada a feira. As empresas focadas em exportação ficarão em um espaço com vitrine para seus produtos e um lounge exclusivo para os visitantes. As exportações de calçados cresceram 9,3% no ano passado, alcançando US$ 1,09 bilhão, o melhor resultado desde 2013, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Calçados (Abicalçados).

Leia mais

Brasil e Argentina assinam contrato para o Reator Multipropósito Brasileiro

Brasil e Argentina assinaram, em 21 de dezembro de 2017, o contrato que define a participação dos dois países, no projeto do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), que trará grande contribuição à medicina nuclear, à indústria e a setores acadêmicos. As negociações foram concluídas, durante a 51ª. Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados. O início da operação do RMB está previsto para 2023.

Idealizados no âmbito da Comissão Binacional de Energia Nuclear (COBEN), os reatores brasileiro e argentino contarão com projetos de engenharia semelhantes. A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, responsável pelo projeto do RMB, trabalha em parceria com a AMAZUL (Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A.), empresa pública vinculada à Marinha do Brasil e com a Fundação PATRIA (Parque de Alta Tecnologia da Região de Iperó e Adjacências). Esse contrato é financiado com recursos de convênio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

Leia mais

Couromoda apresentará duas mil coleções de calçados e acessórios

O setor calçadista brasileiro está com os olhos voltados para a 45ª Feira Internacional de Calçados, Artefatos de Couro e Acessórios de Moda – Couromoda, que acontece entre os dias 15 e 18 de janeiro, no Expo Center Norte, em São Paulo/SP. Considerada a maior feira de lançamentos de outono-inverno do setor da América Latina, a mostra deve apresentar mais de duas mil coleções de calçados e acessórios, além de muita informação de qualidade em eventos paralelos.

Como de praxe, a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) estará presente na mostra, com projetos de promoção comercial e de imagem, além de palestras e a tradicional coletiva de imprensa nacional. O presidente-executivo da entidade, Heitor Klein, destaca que a feira deve ser o ponto propulsor para a retomada do setor calçadista nacional. “Ao longo de 2017, mesmo aquém do ideal, notamos uma retomada gradual na demanda por calçados, especialmente no que diz respeito às exportações, que fecharam o ano com incremento de quase 10% em valores”, comenta o dirigente, acrescentando que a cifra gerada, de US$ 1,09 bilhão, é a melhor desde 2013. Já no mercado interno, Klein avalia que, embora a demanda cresça em ritmo lento, tem trazido indicadores de uma recuperação gradual. “A Couromoda, como sempre, será um termômetro do comportamento do setor para 2018. Estamos otimistas”, conclui.

Leia mais

Balança comercial tem superávit de US$ 513 milhões na primeira semana de janeiro

Saldo positivo é resultado de exportações de US$ 2,957 bilhões e importações de US$ 2,444 bilhões

(Brasília 8 de janeiro) – Na primeira semana de janeiro de 2018, que teve quatro dias úteis, a balança comercial brasileira teve saldo positivo de US$ 513 milhões, resultado de exportações de US$ 2,957 bilhões e importações de US$ 2,444 bilhões.
Houve crescimento de 9,1% nas exportações, se comparadas as médias da primeira semana de janeiro deste ano (US$ 739,3 milhões) com a de janeiro do ano passado (US$ 677,6 milhões). A causa foi o aumento nas vendas de produtos manufaturados (23,5%, por conta de aviões, tubos de ferro fundido, motores e turbinas para aviação, óxidos e hidróxidos de alumínio, torneiras, válvulas e partes) e de semimanufaturados (1,7%, em função de semimanufaturados de ferro e aço, celulose, ferro fundido, ferro-ligas, catodos de cobre). Por outro lado, caíram as vendas de produtos básicos (-0,05%, por conta, principalmente, de petróleo em bruto, farelo de soja, fumo em folhas, minério de manganês e minério de ferro). Em relação a dezembro de 2017, houve retração de 16%, em virtude da queda nas vendas das três categorias de produtos: manufaturados (21,1%), básicos (-15,2%) e semimanufaturados (-8,6%).

Leia mais

Receita das exportações de carne de frango encerra 2017 com alta de 5,7%

Embarques de carne suína in natura de dezembro crescem em volume e receita

As receita cambial das exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) acumularam alta de 5,7% em 2017, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Ao todo, foram obtidos US$ 7,236 bilhões nos doze meses do ano passado, frente a US$ 6,848 bilhões em 2016.

Em volumes, os embarques do setor fecharam o ano com decréscimo de 1,4%, com total de 4,320 milhões de toneladas. Em 2016, o setor exportou 4,383 milhões de toneladas.

No último mês de 2017, o setor embarcou 321,5 mil toneladas de carne de frango, saldo 11,2% inferior ao obtido no mesmo período de 2016, com 362,1 mil toneladas. Em receita, houve retração de 8,6%, com US$ 523,8 milhões – em dezembro de 2016, foram US$ 573 milhões

Leia mais

Mapa vai lançar plano para aumentar exportações de frutas

Está previsto para o próximo mês, o lançamento pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Plano Nacional de Desenvolvimento da Fruticultura, com o objetivo de traçar uma política e estratégias de ação para o setor visando avançar na qualidade da produção, o aumento do consumo interno e das exportações.

Há expectativa de que o Brasil dobre a produção em cinco anos e aumente em, pelo menos 50%, o volume de exportações em dois anos. O país ocupa a 23ª posição no ranking mundial de exportação de frutas, de acordo com a Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), parceira na elaboração do plano.

De acordo com o assessor da Secretaria-Executiva do Mapa, Ricardo Cavalcanti, “alguns gargalos impedem maior competitividade da fruticultura brasileira, por isso é importante a adoção de políticas de médio e longo prazos, compreendendo parceria público-privada em conexão com as demandas de mercado”. Se consideradas apenas as frutas frescas, os avanços dos últimos 15 anos alcançados pelas exportações brasileiras são pouco expressivas, observa Cavalcanti.

Leia mais

Balança comercial fecha 2017 com saldo de US$ 67 bi, maior resultado da história

A recuperação dos preços internacionais dos bens primários e a safra recorde fizeram a balança comercial fechar 2017 com o melhor saldo positivo registrado até hoje. No ano passado, o país exportou US$ 67 bilhões a mais do que importou, melhor resultado desde o início da série histórica, em 1989.

O resultado está dentro das estimativas do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), que previa que o superávit comercial ficaria entre US$ 65 bilhões e US$ 70 bilhões no ano passado. Apenas em dezembro, a balança fechou com saldo positivo de US$ 4,99 bilhões.

As exportações totalizaram US$ 217,7 bilhões em 2017, com alta de 18,5% sobre 2016 pela média diária, o primeiro crescimento após cinco anos. A alta do ano passado, no entanto, foi insuficiente para retomar o recorde de exportações registrado em 2011, quando as vendas externas tinham somado US$ 256 bilhões.

Leia mais

Camex reduz Imposto de Importação de cinco produtos por desabastecimento interno

Brasília (2 de janeiro) – Foi publicada hoje, no Diário Oficial da União (DOU), a Resolução Camex n°99, que reduz temporariamente o Imposto de Importação de cinco produtos, por razões de desabastecimento interno.

A resina de policarbonato, classificada no código 3907.40.90 da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), terá a alíquota temporariamente reduzida de 14% para 2%, com cota de 35.040 toneladas, por um período de 12 meses. O produto é utilizado como matéria-prima para a produção de bens finais por meio de processo de transformação, como a moldagem por injeção.

A borracha EPR/EPDM (NCM 4005.99.90), utilizada no isolamento de cabos elétricos, terá redução de 14% para 2%, com cota de 1.300 toneladas, por um período de 6 meses.

Leia mais

Ano excepcional na produção agrícola brasileira

Supersafra de 238 milhões de toneladas de grãos é um marco histórico

“A agricultura viveu um ano excepcional”, disse Neri Geller, Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), ao analisar as ações e os resultados da política agrícola brasileira em 2017. Ele acredita que a conjunção de fatores positivos ajudou a consolidar o País como um dos mais importantes players do agronegócio no mercado global.

“As condições climáticas favoráveis, aliadas à competência do agricultor brasileiro, resultaram na safra superior a 238 milhões de toneladas de grãos, uma supersafra. E tivemos a presença firme do Governo Federal, por meio do Plano Agrícola e Pecuário, que propiciou os instrumentos necessários para o produtor trabalhar com tranquilidade e segurança”, disse ainda o Secretário. “Mais uma vez, o setor agrícola desempenhou papel fundamental na redução da inflação, além de contribuir para a retomada do crescimento econômico.”

Leia mais

Canal Brazil Export

Outros
  • Fruit Attraction 2016
  • Viernes 17 de Octubre
  • Jueves 16 de Outubro
  • Miércoles 15 de Outubro