Pages Menu

Notícias recentes

Empresários do agronegócio podem se inscrever para missão à Ásia

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Ministério das Relações Exteriores estão selecionando empresas e instituições representativas do agronegócio para integrar a missão oficial a países da Ásia, de 6 a 21 de setembro.
A região é prioritária para o mercado agrícola mundial e uma das principais origens de investimentos internacionais no setor. O crescimento econômico asiático, a taxa de urbanização e o consequente aumento da demanda por alimentos, fibras e energia estão acima da média global, o que reforça a importância da missão organizada pelo governo brasileiro.

A missão, que será chefiada pelo ministro Blairo Maggi, terá agenda em Seul (Coreia do Sul), Hong Kong e Chongqing (China), onde serão realizadas rodadas de negócios. Também haverá compromissos em Bangkok (Tailândia), Yangon (Myanmar), Hanói (Vietnã), Kuala Lumpur (Malásia) e Nova Déli (Índia).
A programação da viagem prevê seminários, diálogos empresariais, visitas técnicas e rodadas de negócio com importadores e investidores locais. Os custos com passagens aéreas, hospedagem, alimentação, taxas consulares e outras despesas são de responsabilidade das empresas e entidades participantes, assim como as providências para obtenção de vistos e a escolha dos voos que melhor se adequarem às suas necessidades, no decorrer da missão.
Exportação e investimentos

Leia mais

Exportação de bens de capital registra crescimento

As exportações brasileiras de bens de capital mecânicos somaram quase US$ 4 bilhões no primeiro semestre, um aumento de 1,1% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (27) pela Associação Brasileiras das Indústrias de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Em quantidade, os embarques cresceram 10,4% na mesma comparação.

Em julho isoladamente, as vendas externas renderam US$ 695,56 milhões, um avanço de 2,3% sobre o mesmo mês de 2015. Em relação a maio de 2016, as exportações de junho ficaram estáveis.

A associação destacou o crescimento dos embarques de equipamentos para infraestrutura e indústria de base, e de máquinas para petróleo e energias renováveis. No último grupo, destaque para tubos usados em oleodutos, gasodutos e revestimento de poços.

Leia mais

Perspectivas para as exportações brasileiras marcam as discussões do lançamento do ENAEX 2016

“Cenários político-econômicos e perspectivas para as exportações brasileiras” foi a pauta das discussões que marcaram o lançamento, no Rio, do Encontro Nacional de Comércio Exterior (ENAEX 2016). Para abordar o tema, o evento reuniu, na sede da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Carlos Thadeu de Freitas, economista-chefe da instituição, o embaixador Luiz Felipe Seixas Corrêa, presidente do Conselho Empresarial de Relações Internacionais (CERI) da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), e o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro.

Durante sua apresentação, José Augusto de Castro fez uma análise do setor exportador brasileiro e apontou as principais questões que impactam negativamente o segmento, que hoje ocupa a 25ª posição no ranking mundial de exportação, apesar de ter o 8º PIB do mundo, segundo dados de 2015. “É necessário que o Brasil deixe de ficar a reboque das exportações de commodities e invista no comércio de manufaturados para podermos crescer no ranking e aumentar nossa competitividade no comércio internacional”, destacou.

Leia mais

CNI diz que valorização do dólar impulsiona exportações

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) anunciou hoje (27) que a valorização do dólar ante o real e a retração do mercado interno impulsionaram as exportações e reduziram as importações da indústria de transformação brasileira. Os dados fazem parte da publicação Coeficientes de Abertura Comercial do primeiro semestre de 2016.

Pelos números, nos últimos 12 meses encerrados em maio último, o Coeficiente de Exportação, indicador que mostra a participação das vendas externas no valor da produção da indústria de transformação, ficou em 15,8% a preços constantes (excluídos os efeitos de variações dos preços), maior que os 14,2% registrados em 2015. Para a CNI, o resultado reflete o crescimento das quantidades exportadas pela indústria de transformação.

Leia mais

Ministro da Agricultura viaja aos EUA para negociar comércio de carne bovina in natura

O ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) está em missão nos Estados Unidos para viabilizar o comércio de carne bovina in natura entre os dois países. Junto com ele, estão o secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel, o chefe do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, José Luis Ravagnani Vargas, e o secretário substituto de Relações Internacionais do Agronegócio, Odilson Ribeiro e Silva. A viagem conta ainda com uma delegação empresarial, formada por representantes do setor produtivo de carnes e frigoríficos.

O Brasil já exporta carne bovina industrializada para os EUA. Em 2015, as vendas externas somaram US$ 286,8 milhões. Agora, o foco é a carne fresca e congelada. Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio, a expectativa é incrementar as exportações brasileiras em US$ 900 milhões.

Leia mais

Anutec Brazil reúne indústria da alimentação em agosto em Curitiba

Durante os dias 2 a 4 de agosto, se reúnem em Curitiba empresas, instituições e profissionais do Brasil e do exterior para a Anutec Brazil, feira que reúne o setor de tecnologia, embalagem, e processamento de alimentos para a proteína animal. Esta é a segunda edição do evento, que é reconhecido e apontado pelas entidades representantes da indústria de alimentos como a principal plataforma de negócios para o setor. Até o momento são 110 expositores líderes do mercado nacional com 20% internacionais vindos da Europa, América Latina e EUA. A Anutec Brazil 2016 acontece no Expo Unimed e está com inscrições abertas. A entrada para a feira é gratuita, porém é necessário fazer o cadastro pelo site www.anutecbrazil.com.br, que também dá acesso à programação paralela.

“Nesta edição conseguimos aumentar o número de expositores sempre com foco na qualidade de empresas que sejam representativas para o mercado. As parcerias que fechamos com importantes entidades do ramo da indústria e proteína animal nos rendeu uma excelente programação paralela que acabou se tornando maior do que planejávamos inicialmente. O objetivo é tornar a ANUTEC um evento completo: trazer as novidades do setor trazidas pelas empresas líderes do Brasil e do exterior e promover negócios entre eles, bem como trazer conhecimento técnico aplicado com a programação paralela”, conta Brena Bäumle, diretora da Bäumle Organização de Feiras, representante da Koelnmesse no Brasil. A programação paralela conta com organização de importantes entidades como Ital, Itt Nutrifor, Senai, FGV e Instituto Fraunhofer.

Leia mais

Balança comercial registra superávit de US$ 852 milhões na quarta semana de julho

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 852 milhões na quarta semana de julho, resultado de exportações no valor de US$ 3,637 bilhões e importações de US$ 2,785 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 13,021 bilhões e as importações, US$ 9,170 bilhões, com saldo positivo de US$ 3,851 bilhões. No ano, as vendas internacionais totalizam US$ 103,273 bilhões e as compras, US$ 75,771 bilhões, com saldo positivo de US$ 27,503 bilhões.

Na quarta semana do mês, a média diária das exportações chegou a US$ 727,4 milhões, 14,8% abaixo da média de US$ 853,3 milhões até a terceira semana, em razão da queda nas exportações de produtos das três categorias: básicos (-19%) – por conta de soja em grãos, petróleo em bruto, carne de frango e bovina, farelo de soja e fumo em folhas – manufaturados (-14,2%) – em razão, principalmente, de plataforma para extração de petróleo, açúcar refinado, polímeros plásticos, autopeças e motores para automóveis – e semimanufaturados (-4,1%), em razão de açúcar em bruto, semimanufaturados de ferro e aço, celulose, ouro em forma semimanufaturada e ferro.

Leia mais

Governo e setor produtivo discutem Programa Acesso a Mercados

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, discutiu nesta quinta-feira (21) o programa piloto que prevê ações para promover o agronegócio brasileiro no exterior e atrair investidores. O Programa Acesso a Mercados (PAM-AGRO) foi apresentado a representantes do setor produtivo, como a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (Citrus-Br), União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) e Conselho dos Exportadores de Café do Brasil. As entidades convidadas representam 40% de todas as exportações do país. A reunião em Brasília também contou a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O PAM-AGRO é uma das ações do ministério visando aumentar de 7% para 10% a participação do Brasil no mercado internacional nos próximos cinco anos.

“Estamos discutindo uma nova abordagem dos mercados internacionais para mostrar que o governo quer ir numa direção, mas não pode ir sozinho. Só se o empresariado topar”, disse o ministro. Blairo Maggi acredita que é preciso criar alternativas para a conquista de novos mercados e a consolidação dos que já existem.

Leia mais

Ministério da Agricultura cadastra exportadores de grãos para a China

Os exportadores de grãos do Brasil para a China devem requerer cadastramento, até o dia 12 de agosto, junto à Superintendência Federal de Agricultura do estado onde estão localizados. A medida visa a atender o Decreto 177/2016, da Administração-Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (Aqsiq), órgão sanitário do governo chinês. Devem se cadastrar tanto os atuais exportadores quanto os que pretendem vender para aquele país.

Leia mais

Canal Brazil Export

Outros
  • Viernes 17 de Octubre
  • Jueves 16 de Outubro
  • Miércoles 15 de Outubro
  • Entrevista em vídeo: Adbala Jamil Abdala (Francal Feiras)