Pages Menu

Notícias recentes

CNI lança ferramenta interativa sobre o perfil da indústria brasileira

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou a página Perfil da Indústria Brasileira. Trata-se de uma ferramenta interativa que apresenta, de forma gráfica, dados gerais da indústria brasileira. As informações estão agrupadas em seis temas: produção; emprego; comércio exterior; tributos; inovação e produtividade; e indústria brasileira no mundo.

Os dados são constantemente atualizados, a partir de números do governo, instituições de pesquisa e da própria CNI, e buscam apresentar um panorâma da indústria brasileira. O gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, explica que o objetivo da ferramenta é “difundir o conhecimento sobre a Indústria Brasileira, por meio da consolidação e disponibilização das diversas estatísticas sobre a indústria, em uma maneira que todos tenham acesso, sem necessidade de ser especialista no tema. É mostrar como a Indústria faz a diferença e impacta a economia brasileira.”

Leia mais

Balança comercial tem superávit de US$ 696 milhões na segunda semana de julho

Com exportações de US$ 4,226 bilhões e importações de US$ 3,531 bilhões, a segunda semana de julho de 2019 teve superávit de US$ 696 milhões na balança comercial brasileira. No mês, o total dos embarques é de US$ 6,947 bilhões e as compras do exterior chegam a US$ 8,766 bilhões, com saldo positivo de US$ 1,819 bilhão. No ano, as exportações totalizam US$ 118,609 bilhões e as importações, US$ 90,714 bilhões, com saldo positivo de US$ 27,895 bilhões.

A média das exportações da segunda semana de julho de 2019 (US$ 845,3 milhões) ficou 6,9% abaixo da média registrada na primeira semana do mês (US$ 908,0 milhões), em razão, principalmente, da queda nas exportações de produtos semimanufaturados (-49,6%, por conta de semimanufaturados de ferro/aço, açúcar de cana em bruto, ouro em formas semimanufaturadas, celulose, ferro-ligas) e manufaturados (-11,2%, em razão de gasolina, suco de laranja não congelado, óleos combustíveis, instrumentos e aparelhos de medida, fio-máquinas e barras de ferro/aço). Por outro lado, cresceram as vendas de produtos básicos (+10,3%, por conta de petróleo em bruto, minério de manganês, milho em grãos, soja em grãos, minério de ferro).

Leia mais

Vendas externas do agronegócios em junho somam US$ 8,34 bi

As exportações do agronegócio em junho foram puxadas pelos embarques das carnes (bovina, suína e de frango) e milho. De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), as vendas representaram US$ 8,34 bilhões, recuo de 8,9% nas divisas em relação a junho de 2018, em função da queda de 9,5% no índice de preço dos produtos agropecuários exportados pelo Brasil. A participação do agronegócio na balança comercial brasileira de junho ficou em 46,3%.

As exportações de carne tiveram forte elevação em junho de 2019 na comparação com o mesmo mês de 2018. Foram exportadas US$ 1,32 bilhão em carnes (+84,8%). Grande parte dessa expansão ocorreu em função do aumento da quantidade de carne exportada (+72,2%) embora o preço médio de exportação das carnes também tenha subido (+7,3%). Todas os principais tipos de carnes exportadas pelo Brasil tiveram elevação no valor exportado, a exceção às carnes de peru (-20,2%).

Leia mais

Queda nas exportações de calçados em junho

O último mês do semestre foi de queda nas exportações de calçados. Dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) apontam que no mês seis foram embarcados 6,4 milhões de pares que geraram US$ 65,45 milhões, quedas de 25,8% em volume e de 24,5% em receita no comparativo com o resultado do mesmo mês de 2018. Com isso, no acumulado do semestre, somaram-se 58,3 milhões de pares embarcados que geraram US$ 480,7 milhões, números 5,3% superiores em volume e 1,3% menores em valores no comparativo com igual ínterim do ano passado.

No semestre, os principais destinos das exportações brasileiras de calçados foram os Estados Unidos (6,4 milhões de pares e US$ 101,25 milhões, incrementos de 28,4% em volume e de 34,6% em receita no comparativo com período correspondente do ano passado), Argentina (3,47 milhões de pares e US$ 44,5 milhões, quedas de 37,2% em volume e de 41,8% em receita) e França (3,47 milhões de pares e US$ 26,16 milhões, quedas de 1,1% em volume e de 13,6% em receita).

Leia mais

Petrobras lança edital de inovação

A Petrobras lançou em parceria com o Sebrae, o primeiro edital do Programa Petrobras Conexões para Inovação, que possibilitará a inserção de pequenos negócios e startups no desenvolvimento de soluções para superar desafios tecnológicos propostos pela empresa em 6 temas. Esse foi o primeiro passo de um processo que vai durar cinco anos e receberá um investimento de até R$ 60 milhões. Além do Rio de Janeiro, o lançamento será divulgado em julho e agosto, a partir desta semana, em todo o país. Neste primeiro edital, a previsão é que 10 projetos sejam contemplados com recursos que variam, em média, entre R$ 500 mil e R$ 1,5 milhão.

O Sebrae irá oferecer consultoria às empresas selecionadas, para melhoria da competitividade, durante o período do projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Também prestará auxílio na prestação de contas física e financeira dos projetos. Segundo o diretor-superintendente da instituição no Rio de Janeiro, Antonio Alvarenga, o resultado da parceria da Petrobras com o Sebrae é estratégico. “Somos parceiros ideais, por nossa capilaridade e capacidade de desenvolver as micro e pequenas empresas com a capacitação”, afirmou Alvarenga. “Vamos ampliar essa parceria”, acrescentou, ressaltando que o programa será benéfico para todo o país, em especial para o estado, cuja economia está muito relacionada à petroleira estatal e ao segmento de óleo e gás.

Leia mais

Exportador de serviços passa a usufruir da alíquota zero do IR sobre pagamentos no exterior

Com a publicação do Decreto nº 9.904/2019, nesta terça-feira (8/7), cerca de 12 mil exportadores de serviços podem usufruir da alíquota zero do Imposto de Renda (IR). O benefício incide sobre pagamentos realizados para fins de contratação de agentes no exterior, que atuam na intermediação de transações entre a empresa brasileira e seus clientes estrangeiros, assim como sobre a emissão de documentos realizada fora do Brasil.

A medida traz importantes aperfeiçoamentos ao Decreto nº 6.761/2009, referente à redução de 15% a 0% da alíquota incidente sobre valores pagos a residentes ou domiciliados fora do Brasil, gerando aumento de competitividade das exportações brasileiras e melhoria do ambiente de negócios.

Leia mais

Sebrae Rio oferece série de Talks sobre crédito e organização financeira

Gratuito, o próximo Talk será sobre Crowdfunding – Captação de Recursos OnLine.

Pesquisa realizada pelo Sebrae com 6 mil empresários, entre junho e agosto de 2018, mostra que apenas 14% das empresas tentou obter um novo empréstimo (nos últimos 6 meses). Este é o menor nível registrado desde 2015, quando começou a ser feita esta pergunta na pesquisa do Sebrae. Entre as micro e pequenas empresas, a alternativa mais utilizada de financiamento é a negociação de prazo com os fornecedores (54%), seguido pelo uso do cheque pré-datado (26%), o cartão de crédito empresarial (21%) e o cheque especial (21%). Empréstimos em bancos comerciais privados aparece apenas na quinta colocação (com 12%) e em bancos oficiais na oitava colocação (com 11%).

Entre os principais motivos, que levam as MPEs a não tentarem acesso ao credito, estão a falta de conhecimento e a organização financeira. Pensando nisso, o Sebrae Rio começou a oferecer em 2019 uma série de Talks (conversas) sobre o tema com especialistas da área que falam sobre mitos e verdades na busca por financiamento, captação de recursos online, controles, organização e planejamento financeiro. O próximo Talk gratuito será dia 16/07/2019, às 17h, na agência Centro (Avenida Calógeras, 23), sobre o tema : Crowdfunding – Captação de Recursos OnLine.

Leia mais

Balança comercial registra superávit de US$1,187 bilhão na 1ª semana de julho

Com cinco dias úteis na primeira semana de julho, a balança comercial brasileira teve superávit de US$ 1,187 bilhão, resultado de exportações de US$ 4,604 bilhões e importações de US$ 3,416 bilhões. No ano, as vendas externas brasileiras somam US$ 114,446 bilhões e as compras do exterior, US$ 87,183 bilhões, com saldo positivo de US$ 27,263 bilhões.

A média diária de exportações da primeira semana de julho de 2019 (US$ 920,8 milhões), comparada com a média diária de julho de 2018 (US$ 1,024 bilhão), apresentou queda de 10,1%, em razão da diminuição nas vendas de básicos (-20,7%, por conta de petróleo em bruto, soja em grão, carnes bovina, de frango e de peru, farelo de soja) e manufaturados (-5,8%, por conta de partes de motores e turbinas para aviação, veículos de carga, tubos flexíveis de ferro/aço, tratores e automóveis de passageiros). Já a venda de semifaturados registrou aumento de +41,7% (em razão de açúcar em bruto, semimanufaturados de ferro/aço, ferro-ligas, celulose, ouro em formas semimanufaturadas).

Leia mais

Proibida venda de azeite de oliva de seis marcas após descoberta de fraudes

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento proibiu a venda de azeites de oliva de seis marcas após a fiscalização de ter encontrado produtos fraudados e impróprios ao consumo. Até a próxima segunda-feira (8), deverão ser recolhidos dos supermercados e atacados de todo o país os azeites das marcas Oliveiras do Conde, Quinta Lusitana, Quinta D’Oro, Évora, Costanera e Olivais do Porto.

O Ministério determinou que as redes varejistas e atacadistas (onde foram encontrados os produtos fraudados) informem os estoques existentes, sob pena de autuação em caso de omissão de informações. Os responsáveis pelas marcas são Rhaiza do Brasil Ltda, Mundial Distribuidora e Comercial Quinta da Serra Ltda.

Os comerciantes que forem flagrados vendendo os produtos, após as advertências, serão denunciados ao MPF (Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão), encaminhados à Polícia Judiciária para eventual responsabilização criminal e multados em R$ 5 mil por ocorrência com acréscimo de 400% sobre o valor comercial dos azeites.

Leia mais

Canal Brazil Export

Outros
  • Fruit Attraction 2016
  • Viernes 17 de Octubre
  • Jueves 16 de Outubro
  • Miércoles 15 de Outubro