Pages Menu

Notícias recentes

Brasil registra vendas de US$ 84.3 milhões na Exponor 2017 no Chile

As 18 fabricantes brasileiras de máquinas e equipamentos para mineração que participaram da Exponor 2017, realizada no Chile, de 15 a 19 de maio, voltaram animadas para o Brasil: o resultado registrado no maior evento do setor na América Latina chegou a US$ 84.3 milhões, entre vendas fechadas e negócios futuros para os próximos 12 meses, o que corresponde a um crescimento de 184% em relação aos números da edição anterior, ocorrida em 2015. A presença das empresas brasileiras mais uma vez foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, resultado da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ).

De acordo com a responsável pela Divisão de Mercado Externo ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes, a indústria brasileira voltada para o setor de mineração é bastante reconhecida no Chile e demais países das Américas, por sua competitividade e tecnologia. ”O Chile é o segundo principal destino de exportações brasileiras de máquinas e equipamentos voltados para a mineração. Em 2016, foram exportados para o país US$ 21 milhões, o que representa perto de 13% do total das exportações brasileiras do setor, atrás apenas dos EUA, que representam 16% das vendas brasileiras desse segmento para o mercado internacional”, destaca a executiva.

Leia mais

Chefes de Estado do Mercosul se reunirão em Mendoza em julho

A cidade de Mendoza, no oeste da Argentina, sediará no final de julho a próxima Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, durante a qual o país passará a presidência rotativa do bloco ao Brasil, informaram fontes oficiais à Agência Efe.
Os detalhes ainda estão sendo finalizados, mas a Chancelaria argentina apontou o dia 20 de julho como data provável para a reunião do Conselho do Mercado Comum (CMC), com a participação dos ministros de Relações Exteriores dos membros, e dia 21 para o encontro de presidentes.

Nos dias anteriores, serão realizadas diversas reuniões técnicas que acompanham as cúpulas semestrais do bloco, com os membros Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai – já que a Venezuela está suspensa – e a Bolívia, que está em processo de adesão. Os países associados são Chile, Equador, Peru, Colômbia, Guiana e Suriname.

Leia mais

Participação brasileira na SIAL China deve gerar US$ bi em negócios

As empresas e tradings brasileiras que participaram da edição 2017 da SIAL China com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) registraram negócios que superaram o montante de US$ 1 bilhão. Os valores incluem os dados das 29 empresas e tradings que ficaram no estande institucional do Brasil, as tradings que estiveram no estande da Apex-Brasil no pavilhão de carnes e ainda as empresas que estiveram na feira por meio dos projetos setoriais com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC) e a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O resultado recorde obtido é o somatório dos negócios fechados durante a feira, das negociações concluídas durante a missão empresarial para a cidade de Cantão – realizada dois dias antes da feira –, e a expectativa de negócios para os próximos 12 meses dos participantes da SIAL.

Leia mais

Catar deve enviar missão de negócios ao Brasil, em setembro

Blairo Maggi encerra viagem ao Oriente Médio, que incluiu também Kuwait, Emirados Árabes e Arábia Saudita

O ministro Blairo Magg (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) encerra, nesta segunda-feira (22), sua agenda no Oriente Médio, depois de reunir-se no Catar, com autoridades de governo, como o ministro da Economia, sheikh Ahmed bin Jassim Al Than. Do ministro do Catar, Maggi ouviu elogios à produtividade agrícola do Brasil e a tecnologias desenvolvidas pela Embrapa, que permitiram o país se destacar na produção mundial de alimentos.

Blairo Maggi detalhou medidas adotadas depois da Operação Carne Fraca e esclareceu pessoalmente sobre os cuidados sanitários e a regras internacionais seguidas por frigoríficos brasileiros. Mesmo sem problemas com a sanidade dos produtos, o Ministério da Agricultura deixou de emitir certificados de exportação a plantas que estavam sendo auditadas ou investigadas, observou Maggi.

Leia mais

Câmara de Logística Integrada da AEB discute principais questões que envolvem o setor

A regulação do sistema aquaviário foi um dos temas abordados durante o encontro

“O setor empresarial foi fundamental para a aprovação do Decreto nº 9.048/2017, que revisa o marco infralegal do setor portuário”. A afirmação é do diretor geral da Agência Nacional de Transporte Aquaviário (ANTAQ), Adalberto Tokarski, durante reunião da Câmara de Logística Integrada da Associação de Comércio Exterior do Brasil (CLI/AEB), na última sexta-feira (19). O encontro, que foi presidido pelo coordenador da CLI/AEB, Jovelino Pires, contou com cerca de 50 participantes.

Segundo Tokarski, a participação da iniciativa privada foi muito importante para reforçar as demandas do setor. “A revisão promoveu segurança jurídica, que é fundamental para a atração de investimentos, estabilizando as relações jurídicas, assim como criou um ambiente seguro, que oferece previsibilidade aos agentes econômicos ao direcionarem recursos para o futuro”, afirmou.

O marco regulatório do setor portuário proporciona atração de investimentos à medida que amplia os prazos de arrendamento; permite que os contratos pós-Decreto nº 8.630/93 possam ser antecipados, reequlibrados e adaptados a novos prazos; e ainda autoriza aportes em áreas não afeitas e comuns dos portos.

Leia mais

Balança comercial registra superávit de US$ 1,824 bilhão na terceira semana de maio

No ano, as exportações totalizam US$ 81,189 bilhões e as importações, US$ 54,964 bilhões, com saldo positivo de US$ 26,225 bilhões

Na terceira semana de maio, a balança comercial registrou superávit de US$ 1,824 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 4,758 bilhões e importações de US$ 2,933 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 13,049 bilhões e as importações, US$ 8,195 bilhões, com saldo positivo de US$ 4,854 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 81,189 bilhões e as importações, US$ 54,964 bilhões, com saldo positivo de US$ 26,225 bilhões.

A média das exportações da terceira semana chegou a US$ 951,5 milhões, 3,3% acima da média de US$ 921,3 milhões até a segunda semana, em razão do crescimento nas exportações de produtos: básicos (+11,7%, por conta de petróleo em bruto, café em grão, minério de cobre, fumo em folhas, cinzas e resíduos de metais preciosos). Caíram as vendas de produtos semimanufaturados (-6%, em razão de celulose, semimanufaturados de ferro e aço, couros e peles, ferro-ligas, madeira em estilhas) e manufaturados (-4,2%, em razão, principalmente, de óleos combustíveis, automóveis de passageiros, aviões, laminados planos de ferro e aço, polímeros plásticos).

Leia mais

Projeto para produção de orgânicos no Rio de Janeiro será lançado em junho

O projeto SER – Saúde, Educação e Renda, que será desenvolvido na comunidade de Mottas, Teresópolis, no Rio de janeiro, será lançado em junho próximo.

O projeto foi concebido por Alfredo Laufer, diretor do Centro de Empreendedorismo Universitário, e tem a colaboração de diversas universidades brasileiras, da norte-americana UC Davis e entidades sociais e tem como objetivo o desenvolvimento tecnológico na produção de alimentos orgânicos através da Hidroponia e Aquacultura

A iniciativa promovera a difusão de conhecimentos para alimentação saudável na comunidade de Mottas que possui uma população de 3 mil pessoas. O projeto promoverá a difusão de informações práticos através da criação de um Centro Vocacional e de Formação Profissional para as comunidades urbanas e rurais

Leia mais

Brasil lidera produtividade agropecuária mundial

Estudos feitos pelo United States Department of Agriculture (USDA) – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, em português – mostram que o Brasil é um dos países em que a produtividade mais cresce. De 2006 a 2010, o rendimento da agropecuária aumentou 4,28% ao ano no Brasil, seguido pela China (3,25%), Chile (3,08%), Japão (2,86%), Argentina (2,7%), Indonésia (2,62%), Estados Unidos (1,93%) e México (1,46%).

Os pesquisadores norte-americanos usaram o indicador expresso em Produtividade Total dos Fatores (PTF), que considera todos os produtos das lavouras e da pecuária e os relaciona com os insumos usados na produção.

Segundo o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, o aumento da produtividade agrícola tem sido a forma mais segura de suprir as necessidades crescentes de alimentos em todo o mundo.

Leia mais

Cooperação inédita entre Brasil e Nova Zelândia beneficiará a agricultura familiar

Uma cooperação inédita entre o Brasil e a Nova Zelândia para beneficiar a agricultura familiar brasileira e os produtores neozelandeses. Esta foi a pauta da reunião realizada nesta quinta-feira, 18, entre o secretário especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), José Ricardo Roseno, e a embaixadora da Nova Zelândia no Brasil, Caroline Bilkey.

Para o secretário especial, um acordo bilateral beneficiará ambos os países. “A agropecuária neozelandesa, principalmente a pecuária leiteira, é destaque mundial. O país é um dos líderes em produtividade, tecnologia e qualidade. Já as políticas públicas brasileiras para a agricultura familiar também são referência, com destaque para o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural e os mercados institucionais. Um acordo bilateral irá beneficiar os dois países”, ressaltou Roseno.

Leia mais

Canal Brazil Export

Outros
  • Fruit Attraction 2016
  • Viernes 17 de Octubre
  • Jueves 16 de Outubro
  • Miércoles 15 de Outubro