Pages Menu
Anúncio FEIMEC

Notícias recentes

Fórum internacional debate futuro do setor orgânico em São Paulo

Ciclo de palestras nos dias 8 e 9 de junho, na Bienal do Ibirapuera, está integrado ao evento oficial e mais importante para os negócios do setor no continente, a BIO BRAZIL FAIR | BIOFACH AMERICA LATINA. Público pode acompanhar debates, mediante inscrição prévia e gratuita no site da feira.

Anualmente, autoridades do mercado mundial de orgânicos se reúnem em São Paulo para debater tendências, desafios, expansão do setor, novos canais de vendas, ampliação da oferta de produtos, entre outros temas. O ponto de encontro é o 12º Fórum Internacional de Agricultura Orgânica e Sustentável, evento integrado à agenda oficial de discussões do setor no mundo, e que acontece durante a feira mais importante para os seus negócios, a BIO BRAZIL FAIR | BIOFACH AMERICA LATINA 2016 – 12ª Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia.

O encontro tem início no dia 8 de junho, às 13h30, com Rogério Dias, coordenador de Agroecologia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que traça um panorama do mercado de orgânicos no Brasil. Na última apresentação do dia, às 17h, o especialista em Pecuária Sustentável da WWF-Brasil, Ivens Domingos, destrincha as etapas e características do sistema da cadeia produtiva animal juntamente com Osmando Xavier, diretor da Fazenda Timbaúba, e Reginaldo Morikawa, diretor superintendente da Korin Agropecuária. Questões relativas à legislação de insumos, integração produtiva e precificação de produtos orgânicos no mercado compõem a pauta do dia.

Leia mais

PIB do Agronegócio tem alta de 1,09% em 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 0,6% em fevereiro e acumula alta de 1,09% nos primeiros dois meses de 2016, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP). Todos os elos que envolvem a cadeia produtiva do setor apresentaram expansão neste ano, com destaque para a indústria, que teve variação de 1,24%, seguida pelos segmentos primário (1,13%), de serviços (1,09%) e insumos (0,68%).

O resultado do PIB foi puxado pela cadeia agrícola, que teve crescimento de 0,9% em fevereiro, chegando a 1,62% no acumulado de 2016 (janeiro/fevereiro). Neste segmento, a produção primária foi a principal responsável por impulsionar o setor na agricultura em 2016, com alta de 2,10% no bimestre. No acumulado do ano, os setores de serviços, indústria e insumos da produção vegetal subiram 1,63%, 1,45% e 1,09%, respectivamente. Já o desempenho da pecuária, de modo geral, foi negativo, com queda de 0,03 em fevereiro e retração de 0,06% nos primeiros dois meses do ano.

Leia mais

Apex-Brasil leva 13 empresas de alimentos para missão nos EUA

A Apex-Brasil levou uma delegação de 13 empresas brasileiras do setor de alimentos e bebidas para uma missão de internacionalização nas cidades de Miami e Houston (EUA), entre os dias 16 e 19 de maio. Os empresários participantes apontaram que a iniciativa contribuiu para a compreensão das possibilidades de expansão no mercado americano.

Durante a viagem, os executivos assistiram a palestras sobre pontos importantes no mercado americano, como contratação de funcionários, regulação de alimentos e bebidas, questões de logísticas e regras tributárias, entre outros assuntos determinantes para uma empresa se estabelecer nos EUA.

Aline Cruz, diretora da Enova Foods, elogia a programação: “essa experiência foi importante para tomarmos conhecimento da parte de logística e de branding. As informações a que tivemos acesso nas palestras vão nos ajudar a montar nossa estratégia com mais segurança para levarmos nossos produtos para o mercado americano”, diz.

Leia mais

FRANCAL 2016: uma nova experiência de feira de negócios aliada a entretenimento

Fórum com top speakers e palestras rápidas com especialistas e influenciadores, um cenário que funde desfile e mostra de lançamentos e a volta do Prêmio Francal Top de Estilismo para o ambiente da feira. Estas são algumas das novidades que aguardam os visitantes nesta edição, que acontece de 26 a 29 de junho, no Anhembi.

Conectividade, inspiração, inovação, muito conteúdo e lançamentos de mais de duas mil marcas de calçados e acessórios de moda. Tudo isso estará sob o mesmo guarda-chuva na Francal 2016 – Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios.

Em sua 48ª edição, a Feira do Verão Brasileiro oferece uma nova experiência aos expositores e visitantes e promete surpreender o mercado durante os quatro dias de evento, de 26 a 29 de junho, no Anhembi, em São Paulo.
Para o presidente da FRANCAL, Abdala Jamil Abdala, esta nova proposta é reflexo de um trabalho de modernização constante do evento para acompanhar o dinamismo da moda, o mundo digital e as tendências de mercado. “Vamos oferecer uma nova experiência de feira, mais dinâmica, prazerosa e com muito conteúdo de alta qualidade, que aliado aos negócios, vai gerar melhores resultados”, diz.

A Arena Verão 2017, palco dos grandes acontecimentos da FRANCAL, localizada no coração da feira, é o novo espaço que vai misturar conteúdo, desfiles e mostra de lançamentos da próxima estação. Espaço múltiplo, com arquitetura arrojada, abriga o Fórum Francal, uma das principais atrações da feira, que traz nesta edição três top speakers que se revezam diariamente para falar de moda, economia e comportamento.

Leia mais

CGG Trading exporta de farelo de soja pelo Tegram, no Maranhão

A CGG Trading, empresa brasileira do setor de agronegócio que atua na comercialização e logística de commodities agrícolas de forma integrada, é a única companhia a exportar farelo de soja pelo Tegram (Terminal de Grãos do Maranhão) até o momento, abrindo um novo canal de comercialização agrícola pelo norte do Brasil. A Trading também foi pioneira em conquistar a certificação para exportação de farelo de soja pela Control Union, tendo alcançando esse título em tempo recorde de menos de um mês.

No Tegram, os clientes da CGG, Algar Agro, braço de agronegócios do grupo mineiro Algar, e Granol, indústria de óleo e de farelo de soja, operam comercialmente na Ferrovia Norte-Sul, no trecho entre Anápolis até o Porto de Itaqui. O primeiro embarque de farelo de soja desse trecho foi originado pela empresa Granol com destino ao mercado europeu e será realizado novamente pela CGG neste ano. O terminal é um grande facilitador do escoamento de farejo de soja pelo norte do País e de grande importância para empresas como a Algar, com fábrica em Porto Franco (MA) e para Granol, localizada em Porto Nacional (TO).

Leia mais

NATURALTECH 2016 será realizada em junho, em São Paulo

Principal evento para os negócios deste mercado no País, NATURALTECH 2016 concentra cerca de 30 horas de programações direcionadas aos visitantes, entre os dias 8 e 11 de junho, na Bienal do Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Participação é gratuita mediante inscrição prévia no portal oficial da feira.

Mais do que conhecer as últimas novidades em produtos e serviços, os visitantes da NATURALTECH 2016 – 12ª Feira de Alimentação Saudável, Suplementos, Produtos Naturais e Saúde têm a oportunidade de participar, também, de uma série de eventos paralelos, entre palestras, aulas de culinária e seminários, que abordam temas e tendências de maior relevância para esse universo.

As atrações têm início logo após a abertura dos portões da Bienal do Ibirapuera, no dia 8 de junho. Das 11h às 18h, os amantes da culinária de origem vegetal podem desfrutar de saborosas receitas no 8º Festival da Cozinha Vegetariana, que vai reunir especialistas para ensinar o passo-a-passo de entradas, pratos salgados, sobremesas e bebidas vegetarianos. As aulas continuam nos demais dias, sempre no mesmo horário, com entrada gratuita e vagas limitadas por ordem de chegada.

Leia mais

Balança comercial: terceira semana de maio tem superávit de US$ 1,010 bilhão

Na terceira semana de maio, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,010 bilhão, resultado de exportações no valor de US$ 3,627 bilhões e importações de US$ 2,617 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 11,976 bilhões e as importações, US$ 7,986 bilhões, com saldo positivo de US$ 3,990 bilhões. No acumulado do ano, as vendas externas brasileiras totalizam US$ 67,918 bilhões e as compras, US$ 50,684 bilhões, com saldo positivo de US$ 17,234 bilhões.

Na terceira semana de maio, a média das exportações foi de US$ 725,4 milhões – 13,1% abaixo da média de US$ 834,9 milhões registrada até a segunda semana do mês. O motivo da queda foi a diminuição dos embarques das três categorias de produtos: semimanufaturados (-19,5%), por conta de celulose, ouro em forma semimanufaturada, semimanufaturados de ferro/aço, couros e peles, alumínio em bruto; básicos (-13,3%) em função de soja em grãos, petróleo em bruto, farelo de soja, carne de frango e suína e café em grãos; e manufaturados (-12,4%), em razão, principalmente, de aviões, automóveis, óxidos e hidróxidos de alumínio, tubos flexíveis de ferro e aço e de polímeros plásticos.
Do lado das importações, pela média da terceira semana (US$ 523,5), verificou-se queda de 2,5%, sobre a média até a segunda semana (S$ 536,8 milhões) explicada pela diminuição nos gastos com veículos automóveis e partes, adubos e fertilizantes, plásticos e obras, instrumentos de ótica e precisão. Além de produtos siderúrgicos.

Leia mais

Agronegócio supera 50% de participação nas exportações brasileiras, em 2016

O agronegócio vem ampliando cada vez mais sua participação nas exportações brasileiras e já responde por mais da metade das vendas externas em 2016. É o que mostra o recém-publicado Boletim do Agronegócio Internacional, publicado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Em abril, o setor representou 52,5% dos embarques nacionais. No acumulado de quatro meses, este percentual é de 50,2%, enquanto no mesmo período do ano passado o índice era de 44%.

As exportações no mês passado totalizaram US$ 8,08 bilhões, alta de 14% em relação a abril de 2015, o que em receita significou acréscimo de US$ 1,01 bilhão. Dez produtos representaram 79,6% das vendas externas do setor. A soja em grãos foi o carro-chefe dos embarques, com US$ 3,53 bilhões, 43,7% do total, seguida por carne de frango in natura (US$ 533 milhões), farelo de soja (US$ 452 milhões), celulose (US$ 438 milhões) e açúcar em bruto (US$ 380 milhões). Em volume, as exportações cresceram 42,9%.

Leia mais

Salão Internacional do Couro e do Calçado terá importadores de 45 países

O Salão Internacional do Couro e do Calçado (SICC) deve receber 22 importadores de países árabes na edição deste ano, que acontece entre a próxima segunda-feira (23) e a quarta-feira (25), no Serra Park, em Gramado, no estado do Rio Grande do Sul. A organização espera seis compradores da Arábia Saudita, cinco dos Emirados Árabes Unidos, cinco do Kuwait, dois do Bahrein, um da Argélia, um de Omã, um da Síria e um do Sudão.

“Se constatou que eles estão se fidelizando ao nosso produto, vindo na feira, dando continuidade (aos negócios)”, afirma Roberta Pletsch, diretora de Mercado da Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira. Os importadores são convidados da organização e indicados por expositores. A executiva afirma que as empresas brasileiras fazem questão de trazer os árabes em função do seu potencial de compras e da aceitabilidade do produto brasileiro. “Eles estão fazendo produtos voltados para esse mercado”, diz, sobre a indústria nacional.

O SICC vai receber cerca de 120 empresas importadoras de 45 países, como parte de um projeto pelo qual a Merkator banca a passagem aérea, a hospedagem e o translado deles de Porto Alegre, a capital gaúcha, até Gramado. Além dos árabes, confirmaram presença compradores da África do Sul, Angola, Ilhas Maurício, Moçambique, Ilhas Reunião, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai, Costa Rica, El Salvador, Estados Unidos, México, Alemanha, França, Japão, Letônia, Polônia, Rússia, Portugal, entre outros.

Leia mais

Canal Brazil Export

Outros
  • Viernes 17 de Octubre
  • Jueves 16 de Outubro
  • Miércoles 15 de Outubro
  • Entrevista em vídeo: Adbala Jamil Abdala (Francal Feiras)