Pages Menu

Notícias recentes

Açúcar é destaque das exportações do agronegócio em novembro

Embarques do produto somaram US$ 1,1 bilhão, com aumento de 52,2% na comparação com igual mês de 2015

O açúcar foi o principal produto exportado pelo agronegócio brasileiro em novembro. Os embarques cresceram principalmente em função do aumento do preço médio da cotação internacional de açúcar. Em novembro, as vendas somaram US$ 1,1 bilhão, crescimento de 56,2% em relação aos US$ 697 milhões alcançados em igual mês de 2015. Já no período de janeiro a novembro deste ano, as exportações do produto chegaram a US$ 9,3 bilhões, um incremento de 37% na comparação com o período anterior, quando atingiu US$ 6,8 bi. Os dados foram divulgados pela Secretária de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta quarta-feira (7).

De acordo com a SRI, as exportações do agronegócio brasileiro em novembro foram de US$ 5,7 bilhões, o que correspondeu a uma queda de 13,6% em relação aos US$ 6,6 bilhões exportados no mesmo mês de 2015.

Leia mais

MDIC e Amcham assinam acordo para cooperação Brasil-EUA em inovação e convergência regulatória

Ministro Marcos Pereira, a CEO da Amcham, Deborah Vieitas, e o presidente do Conselho de Administração da entidade, Hélio Magalhães, se reuniram em Brasília

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira; a CEO da Câmara Americana de Comércio (Amcham), Deborah Vieitas; e o presidente do Conselho de Administração da entidade, Hélio Magalhães; assinaram nesta quarta-feira, na sede do MDIC, acordo de cooperação Brasil-Estados Unidos nas áreas de inovação, convergência regulatória, facilitação de comércio e investimentos produtivos.

Um dos principais objetivos do acordo é identificar potenciais setores, nos Estados Unidos e no Brasil, mais propensos ao desenvolvimento de Acordos Setoriais de Convergência Regulatória.

Marcos Pereira ressaltou que a assinatura do documento é muito importante. “Estou muito empenhado em trabalhar a facilitação do ambiente de negócios e tenho certeza que a Amcham tem muito a contribuir”, disse. O ministro aproveitou a oportunidade para apresentar aos visitantes o Brasil Mais Produtivo, que está em implantação em todos os estados brasileiros.

Leia mais

PIB do Agronegócio deve crescer 2% em 2017

Os cenários para a agropecuária brasileira em 2017 são positivos. O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio deverá crescer 2% e a safra de grãos poderá alcançar o recorde de 215 milhões de toneladas, no próximo ano.

A avaliação foi feita nesta terça (6) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) durante evento, na sede da entidade, para a divulgação do documento “Balanço 2016, Perspectiva 2017”.

A melhora no desempenho será consequência, dentre outros fatores, da recuperação da produção agrícola, com chuvas mais regulares e o avanço do plantio dentro do calendário previsto.

Em 2016, a safra de grãos teve sua maior queda em seis anos e totalizou 186 milhões de toneladas, por influência do fenômeno El Niño, marcado pela forte seca e excesso de chuvas, dependendo da região de plantio.

Leia mais

Presidente da Apex-Brasil destaca prioridades para 2007

Reunido com jornalistas na manhã desta terça-feira (06) em São Paulo, o presidente da Apex-Brasil, Roberto Jaguaribe, destacou o setor agrícola e a atração de investimentos estrangeiros como prioridades da Agência para 2017. Segundo Jaguaribe, é fundamental trabalhar a imagem do agronegócio brasileiro, especialmente junto à Europa, e reforçar a atração de investimentos chineses e árabes ao Brasil.

“Temos grande oportunidade de ampliar a atração de investimentos em infraestrutura, que interessam muito à China pela questão alimentar, e em petróleo e gás, especialmente após as mudanças em relação à exploração do pré-sal”, indicou o presidente da Apex-Brasil.

Leia mais

TAP com 6 novos destinos em 2017 e reforço de oferta

Toronto, Stuttgart, Las Palmas, Alicante, Budapeste
e Bucareste são as novidades

TAP anuncia seis novos destinos e o reforço de outros. A partir de 10 de junho, expande a sua rede para novos países, designadamente, Canadá (Toronto), Hungria (Budapeste), Romênia (Bucareste), e acrescenta novos destinos em Espanha (Las Palmas e Alicante) e na Alemanha (Stuttgart).

Ao mesmo tempo, a TAP reforça a sua operação para Madri, a partir do Porto, Manchester, Moscou, Dusseldorf e Faro, podendo este aumento da oferta da companhia incluir, em breve, ainda mais novidades.

Trata-se de um enorme crescimento, revelador de que a companhia, com os meios de que dispõe atualmente, está confiante no futuro. Com efeito, só no mês de julho de 2017, a TAP terá um total de mais 1.176 voos do que no mesmo mês de 2016, que corresponde a um acréscimo de mais 272.878 lugares disponíveis.

Leia mais

Inspiramais já tem confirmada participação de 17 curtumes

Conhecimento em moda e negócios convergem semestralmente para o Inspiramais – Salão de Design e Inovação de Materiais, cuja próxima edição ocorrerá nos dias 16 e 17 de janeiro, no Centro de Eventos Pro Magno (Rua Samaritá, 230, Casa Verde, São Paulo, SP). Serão 18 curtumes expondo peles especialmente desenvolvidas para coleções de moda do Verão 2018, em um espaço que reunirá palestras, oficinas e mostras de tendências. O Inspiramais é realizado pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), Assintecal, Footwear Components by Brasil e projeto Brazilian Leather, uma parceria de CICB e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para o incentivo às exportações de couros.

Os 18 curtumes confirmados para o Inspiramais são oriundos de cinco estados brasileiros e irão expor um mix muito variado de peles: há indústrias especializadas em couros bovinos, caprinos e ovinos, além das peles exóticas, como python e peixes. Todos os produtos são resultado de uma extensa pesquisa, de modo que sejam couros precisos em direcionamento para o trabalho de designers de calçados, bolsas, acessórios, roupas e mobiliário de design.

Leia mais

Brasil e México devem estreitar relações no agronegócio

Ministros Blairo Maggi e José Calzada se encontraram durante conferência da Biodiversidade, em Cancún
Em encontro com José Calzada, ministro da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Rural, Pesca e Alimentação do México, país que sedia a COP 13 da Biodiversidade, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) estreitou o diálogo e pediu abertura para a carne bovina brasileira. Blairo explicou, em agenda paralela à Conferência da Biodiversidade, que, “nos últimos 30 anos, o rebanho brasileiro aumentou enquanto diminuiu a área de pastagem graças ao melhoramento genético”.

Calzada demonstrou interesse em vir ao Brasil para ampliar as parcerias comerciais, principalmente de grãos. Há especial atenção dos mexicanos em relação à Embrapa, nos que se refere ao extencionismo e tecnologia agrícola, alcançando melhoramento do café, por exemplo. O presidente da Embrapa, Maurício Lopes, disse que a colaboração com o México tem sido muito boa. E que há um bom espaço para aumentar a cooperação.

Leia mais

Maersk Line adquirirá a Hamburg Süd

A Maersk Line e o Grupo Oetker chegaram a um acordo para que a Maersk Line compre a empresa de transporte marítimo de contêineres alemã, Hamburg Süd. A aquisição será submetida a um acordo final e a aprovações regulatórias.

A Hamburg Süd é sétima maior empresa de transporte marítimo de contêineres do mundo e lidera as rotas Norte e Sul. A companhia opera 130 navios de contêineres, conta com uma capacidade de 625 mil TEU (contêineres de 20 pés), possui 5.960 empregados em mais de 250 escritórios em todo o planeta e oferece seus serviços por meio das marcas Hamburg Süd, CCNI (com sede no Chile) e Aliança (com sede no Brasil). Em 2015, a Hamburg Süd contou com uma receita de US$ 6,726 bilhões, sendo US$ 6,261 bilhões resultado de suas operações de transporte de contêineres.

“Hoje é um novo marco na história da Maersk Line. Estou muito satisfeito de termos conseguido um acordo com o Grupo Oetker para a aquisição da Hamburg Süd, uma companhia muito bem gerida e altamente respeitada, com marcas fortes, colaboradores dedicados e clientes leais. A Hamburg Süd complementa a Maersk Line e, juntos, podemos oferecer aos nossos clientes o melhor dos dois mundos, principalmente nas rotas entre Norte e Sul”, diz Søren Skou, CEO da Maersk Line e do Grupo Maersk.

Leia mais

Mapa não tem restrições à importação de carne in natura da raça wagyu do Japão

Ao contrário do que foi informado, sexta-feira (02/12) o Japão ainda não abriu seu mercado para a carne bovina brasileira in natura. Mas está finalizando os procedimentos para abrir o mercado japonês para a carne bovina brasileira termoprocessada

O Brasil não tem restrições à importação do Japão da carne bovina in natura da raça wagyu, disse o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) ao vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do país asiático, Hiromichi Matsushima. Eles tiveram encontro nesta sexta-feira (2) para tratar de temas de interesse bilateral, em Cancún (México), onde participam da COP 13, a Conferência da Biodiversidade. Maggi acrescentou que espera liberar o comércio da carne de wagyu para o mercado brasileiro o mais rápido possível.

Durante a reunião, o ministro e Matsushima também trataram de questões relacionadas às negociações para a venda de manga, melão e abacate do Brasil para o Japão.

Leia mais

Canal Brazil Export

Outros
  • Fruit Attraction 2016
  • Viernes 17 de Octubre
  • Jueves 16 de Outubro
  • Miércoles 15 de Outubro