Pages Menu

Myanmar abre mercado para a carne suína do Brasil

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) comemorou em 28 de julho de 2020, a abertura do mercado de Myanmar para a carne suína do Brasil, conforme informação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
A abertura de mercado já conta, inclusive, com Certificado Sanitário Internacional (CSI) publicado no sistema do Ministério brasileiro.
País com 53 milhões habitantes, Myanmar é um mercado em expansão no Continente asiático, com uma população jovem e forte expansão econômica – cerca de 7% ao ano na última década. O consumo per capita médio do país é de 17,5 quilos anuais de carne suína.
De acordo com o presidente da ABPA, Francisco Turra, Myanmar (foto) é uma das nações da Ásia que tem sofrido com perdas geradas pela Peste Suína Africana, com impacto direto na oferta local de proteína animal.
“Neste contexto, o Brasil, que já é parceiro do país asiático para o abastecimento de carne de frango, agora consolida sua posição também no setor de suínos. A confiança das autoridades de Myanmar é mais uma chancela à qualidade dos produtos brasileiros”, ressalta Turra.
SOBRE A ABPA – A ABPA é a representação político-institucional da avicultura e da suinocultura do Brasil. Congrega mais de 140 empresas e entidades dos vários elos da avicultura e da suinocultura do Brasil, responsáveis por uma pauta exportadora superior a US$ 8 bilhões.
Sob a tutela da ABPA está a gestão, em parceria com a Apex-Brasil, das quatro marcas setoriais das exportações brasileiras de aves, ovos e suínos: Brazilian Chicken, Brazilian Egg, Brazilian Breeders e Brazilian Pork.
Por meio de suas marcas setoriais, a ABPA promove ações especiais em mercados-alvo e divulga os diferenciais dos produtos avícolas e suinícolas do Brasil – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e fomenta novos negócios para a cadeia exportadora de ovos, de material genético, de carne de frangos e de suínos.

Deixe sua resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*